Notícias

11dez, 2019

Jejum intermitente: novo estudo revela mais um benefício para a saúde

A dieta melhora níveis de colesterol, açúcar no sangue e pressão arterial, além de reduzir o índice de gordura corporal em pacientes com síndrome metabólica. Muitas pessoas começam a fazer dieta, como o jejum intermitente, para perder peso. Mas novo estudo mostra que manter uma alimentação restrita pode fazer bem à saúde de quem sofre com síndrome metabólica – condição que inclui uma série de problemas de saúde, como pressão alta, níveis elevados de açúcar no sangue, excesso de gordura corporal na região da cintura e níveis altos de colesterol. […]
LEIA MAIS

11dez, 2019

Celular: uso antes de dormir desregula níveis de açúcar no sangue

Estudo mostra que a luz azul do aparelho interfere no funcionamento do relógio biológico, um dos responsáveis pelo controle das taxas sanguíneas. A luz azul emitida pelos dispositivos já foi associada a prejuízo da visão e do sono. Agora, novo estudo indica que usar esses aparelhos durante a noite também pode aumentar os níveis de açúcar no sangue. Isso porque a luz azul interfere no funcionamento do ritmo circadiano (ou relógio biológico), responsável por controlar os níveis hormonais nos tecidos endócrinos. Ou seja, a iluminação durante a noite pode prejudicar […]
LEIA MAIS

3dez, 2019

Toshiba cria exame que detecta 13 tipos de câncer em menos de 2 horas

A empresa japonesa de eletrônicos informou que a tecnologia garante até 99% de precisão no diagnóstico. A Toshiba revelou nesta segunda-feira que desenvolveu uma tecnologia capaz de detectar treze tipos de câncer a partir de uma única gota de sangue. Segundo a empresa, o exame de sangue detecta a doença em menos de duas horas com 99% de precisão. Os pesquisadores envolvidos na criação do dispositivo indicam que o método pode ajudar no diagnóstico de cânceres em estágio inicial, o que facilita o tratamento e aumenta as chances de cura. […]
LEIA MAIS

3dez, 2019

Remédio para diabetes protege contra eventos cardiovasculares

Estudo mostra que esse efeito protetor reduz a taxa de mortalidade entre os diabéticos. Desde 2005, são usados os chamados análogos do GLP-1 no tratamento do diabetes tipo 2. Essa classe de medicamentos é baseada no hormônio produzido pelo intestino em resposta à ingestão de alimentos, o GLP-1. O GLP-1 estimula a produção de insulina apenas quando os níveis de açúcar no sangue estão elevados; desta forma, ajuda a controlá-los sem causar hipoglicemia (queda exagerada do açúcar no sangue). Além disso, o GLP-1  tem um efeito inibidor do apetite que […]
LEIA MAIS

21nov, 2019

Novo tratamento para câncer de mama adia quimioterapia por até 4 anos

A terapia, indicada para o estágio metastático, combina medicamentos para combater a proliferação das células cancerígenas. Um estudo inédito publicado no periódico JAMA Oncology descobriu uma nova combinação de medicamentos para o câncer de mama metastático – a fase mais avançada da doença – capaz de aumentar em até 10 meses a taxa global de sobrevida – que, atualmente, é de cerca de três anos. A terapia ainda possibilita o adiamento da quimioterapia por até quatro anos. O novo tratamento é feito por meio da combinação do abemaciclibe (um inibidor […]
LEIA MAIS

13nov, 2019

Estudo confirma: reposição hormonal aumenta risco de câncer de mama

esquisadores descobriram que mesmo a versão considerada ‘sem riscos’, feita apenas com estrógeno, pode, sim, aumentar o risco da doença. A Terapia de Reposição Hormonal (TRH) é comumente utilizada para aliviar os sintomas da menopausa. Apesar de o tratamento melhorar a qualidade de vida das mulheres, já é sabido que ele aumenta o risco de câncer de mama. Até recentemente acreditava-se que apenas a combinação de estrogênio e progesterona provocavam esse efeito e, por esse motivo, a combinação não era prescrita pela comunidade médica. Em seu lugar, era sugerida a […]
LEIA MAIS

13nov, 2019

Nenhum exercício físico é capaz de combater uma alimentação ruim

Para garantir boa saúde, as pessoas devem manter uma alimentação saudável e se exercitar regularmente. Fazer apenas um dos dois não ajuda. O corpo humano é formado por vários órgãos e sistemas que, de forma conjunta, garantem o funcionamento de maneira ordenada. O agrupamento de várias células que desempenham a mesma função forma os tecidos, dentre eles o tecido muscular. O tecido muscular se destaca pela presença de células com capacidade de contração. Existem três tipos de tecido muscular, sendo o liso, o estriado esquelético e o estriado cardíaco. Quando […]
LEIA MAIS

1nov, 2019

O alto consumo de álcool reduz o tamanho do cérebro? A ciência responde

Novo estudo confirma a existência de uma forte relação entre esses dois fatores. O consumo excessivo de álcool já é conhecido por afetar negativamente a saúde, incluindo problemas cardíacos e hepáticos, risco aumentado de câncer e maior possibilidade de desenvolver depressão. Além disso, muitas pesquisas sugerem que a alta ingestão de álcool está associada a uma redução no tamanho do cérebro. Agora, novo estudo confirma a existência de uma forte relação entre esses dois fatores. Os pesquisadores descobriram que pessoas com cérebros menores estão mais propensas a desenvolver alcoolismo. “O […]
LEIA MAIS

26out, 2019

Sono: 5 atitudes simples que evitam a insônia

Do preparo do quarto às formas de relaxar antes de dormir — o que a ciência diz. Para algumas pessoas, basta deitar na cama para o sono chegar. Outras passam horas rodando debaixo do lençol antes de conseguir dormir. Problemas de sono podem ser causados por hábitos diários que prejudicam o relógio interno, responsável por controlar os processos biológicos, incluindo variação de apetite, sono e temperatura. Quando isso acontece, as pessoas costumam apresentar problemas para dormir. Outros fatores que podem interferir no sono são stress, ansiedade e excesso de estímulos […]
LEIA MAIS

26out, 2019

Remédio para pressão alta funciona melhor quando tomado antes de dormir

Novo estudo mostra que pessoas que tomam anti-hipertensivos à noite tem até 50% menos risco de sofrer insuficiência cardíaca, AVC e ataque cardíaco. A maioria dos pacientes diagnosticados com pressão alta são orientados por seus médicos a tomar a medicação pela manhã. No entanto, um novo estudo indica que os medicamentos para hipertensão funcionam melhor quando tomado antes de dormir. De acordo com a pesquisa, publicada no periódico European Heart Journal, pessoas que ingerem o remédio no período da noite apresentam menor risco de sofre acidente vascular cerebral (49%), ataque […]
LEIA MAIS